14/07/2023

Existe prazer na maturidade sim!

Pode parecer clichê, mas é sempre bom repetir: sexo não tem idade!

É claro que com o passar dos anos, nosso corpo sofre mudanças que podem trazer desafios (biológicos, sociais e emocionais) que dificultam uma vida sexual ativa. Entre as principais alterações físicas sentidas pelas mulheres estão a falta de lubrificação, os sintomas do climatério e, até mesmo, vergonha do próprio corpo. Já os homens costumam ser afetados por dificuldades na ereção.

Contudo, é possível sim ter uma vida sexual ativa nessa fase da vida, basta superar os tabus e preconceitos, além, é claro, de buscar ajuda especializada para entender e lidar com as mudanças.

Mas, afinal, o que muda?

Bem, a partir dos 45 anos, a mulher passa a sentir os efeitos do início da menopausa. Calores, alterações hormonais, questionamentos emocionais afetam o dia a dia da mulher, que sente a “perda” do símbolo da feminilidade, ou seja, a capacidade de reprodução. 

Uma forma de recuperar o desejo é o toque. Fundamentais em qualquer faixa etária, o toque, o beijo e o carinho resgatam o vínculo afetivo e o desejo entre o casal.

a partir dos 55, além da menopausa, ocorre a perda da lubrificação, dores e desconfortos. Mas, nem tudo são pontos negativos. A maturidade faz com que a mulher chegue à sensação de prazer mais rapidamente, afinal, há um entendimento maior sobre o próprio corpo.

Ou seja…

Independentemente da idade, o prazer é possível! Então, esqueça a ideia de que sexo é apenas para os jovens.

Vamos quebrar este paradigma! Busque hábitos saudáveis, converse com especialistas, informe-se, converse com seu par, conheça seu corpo e esqueça os tabus. O prazer é possível para todo mundo e em qualquer idade.