09/06/2022

Libido na gravidez | DYÔ

 

SAIBA MAIS SOBRE A LIBIDO NA GRAVIDEZ

Um assunto tabu, mas que merece atenção: por que a libido diminui na gravidez?

Uma pesquisa canadense, com cerca de mil mulheres, mostrou que 56% delas sofreram diminuição de desejo sexual durante a gravidez, sendo que 29% se sentiram inseguras em fazer sexo durante esse período.

Nesse artigo, a DYÔ separou algumas informações importantes para você entender mais sobre esses dados e saber mais sobre a libido na gravidez.

 

O QUE ACONTECE COM A LIBIDO DURANTE A GRAVIDEZ?

Assim como em outras fases da vida da mulher, a gravidez é marcada por uma série de alterações hormonais. Essas alterações provocam sintomas físicos como perda de libido, aumento de pelos e alterações na pele. A perda de apetite sexual é uma das queixas mais comuns, mas porquê será que ela acontece?

 

POR QUE ESSAS ALTERAÇÕES ACONTECEM?

Essas alterações associadas à falta de libido são mais frequentes no primeiro trimestre de gravidez, isso porque, o desejo sexual está intimamente conectado com a maneira com que a mulher está lidando com a gestação.

Uma gravidez difícil, cercada de mal estar físico e com alterações emocionais, pode influenciar diretamente na libido. Vale lembrar que essas alterações já são um fator de atenção em relação ao apetite sexual mesmo quando não há gestação, e nesse momento em que tudo é muito mais intenso, essas oscilações influenciam ainda mais a diminuição da vontade de manter relações sexuais.

Já durante o segundo semestre, a atividade hormonal volta a se estabilizar o que pode trazer mais segurança ao sexo. Por isso, não é incomum que no meio da gravidez, o desejo sexual volte ao “normal” onde, inclusive, muitas mulheres afirmam até mesmo um aumento do apetite sexual nesse período.

Essa mudança acontece pois, o aumento da segurança em relação à gestação e alguns sintomas incômodos, como enjoo e mal estar, já não estão presentes. Um outro fator para isso acontecer é que por conta do volume do útero, a vagina fica mais irrigada, deixando a mulher mais sensível e receptiva a relação sexual.

E é aí que entra mais uma questão…


SERÁ QUE É SAUDÁVEL TER RELAÇÕES DURANTE A GRAVIDEZ?

É muito comum evitar o sexo durante a gravidez por medo de machucar o bebê, prejudicar a gestação ou até mesmo acelerar o parto, mas segundo o Hospital Santa Clara, o sexo está liberado do primeiro ao último trimestre, desde que a gestação não seja de risco.

 

QUAIS OS BENEFÍCIOS DE FAZER SEXO DURANTE A GRAVIDEZ?

Promove bem-estar

Manter relações sexuais durante a gestação é um ótimo remédio natural para a autoestima do casal. Além disso, também ajuda a controlar a ansiedade, melhora o humor, aumenta a produção de anticorpos na gestante, libera endorfina (hormônio  responsável pela sensação de bem-estar), ajuda a ter um sono mais profundo e fortalece não só a imunidade, como a musculatura da vagina, que consequentemente, facilita o parto.

Ajuda e previne a pré-eclâmpsia

A pré-eclâmpsia acontece quando a pressão arterial da mulher aumenta significativamente durante seu segundo trimestre de gestação. Por isso, tão importante quanto ter uma dieta saudável e equilibrada, o sexo também ajuda a manter a pressão arterial estável. Além disso, o esperma contém um tipo especial de proteína que não só reduz a pressão sanguínea, mas também ajuda a regular o sistema imunológico.

Orgasmos mais intensos

A gestação aumenta os níveis de estrogênio e progesterona no organismo, o que confere um aumento no fluxo de sangue na região pélvica e zonas erógenas, tornando essas áreas mais sensíveis ao toque, mais propícias a orgasmos e sensações intensas.

 

POSSO USAR SEX TOYS NA RELAÇÃO ESTANDO GRÁVIDA?

Atenção, nem tudo está liberado no sexo durante a gravidez. Segundo ginecologistas, o uso de sex toys e vibradores é permitido durante todas as etapas da gravidez desde que utilizado externamente (estimulando o clitóris).

Para utilizar um vibrador de uso interno é preciso evitar os com rotações, pois elas podem exercer pressão sobre o colo do útero. Por isso, opte por utilizar modelos mais simples com movimento de ida e volta, sem vibração.

Além disso, existem alguns estudos que indicam que os "ftalatos" (componentes presentes nos materiais dos brinquedos sexuais) podem ser nocivos para o feto. No caso de usar esse tipo de brinquedo, não deixe de higienizá-lo antes e depois da utilização para evitar infecções vaginais.

 

 

 

 

Muitas pessoas ainda se prendem a mitos e tabus quando o assunto é desejo sexual durante a gravidez. 

Além de não prejudicar a gestação, manter relações sexuais promove benefícios para a saúde da mulher e relação do casal como, elevação da conexão, aumento da imunidade da gestante, prevenção da pré-eclâmpsia e orgasmos mais intensos.

Por isso, nós te convidamos a estimular seu prazer e deixar com que a DYÔ faça parte de todas as fases marcantes da sua vida. 

 

DYÔ: Estimulando sua libido com segurança e delicadeza!



Fonte: https://apsiquiatra.com.br/libido-na-gravidez/#:~:text=Uma%20pesquisa%20canadense%2C%20com%20cerca,culpadas%20pelo%20baixo%20desejo%20sexual.