27/05/2022

Como envelhecer bem | DYÔ

DICAS DE COMO ENVELHECER BEM

Será que você tem gerontofobia? Esse é o nome que se dá para quem tem medo de envelhecer, e segundo um levantamento realizado pelo Instituto Qualibest em 2017, é bastante gente, viu?

O estudo revela que 9 em cada 10 brasileiros têm medo de envelhecer. O que prova que esse é um receio bem comum. 

Mas será que essas pessoas sabem como envelhecer bem? Existe um segredo para conquistar esse feito?

A DYÔ quer bater um papo com você sobre como envelhecer bem, vamos lá?

 

O QUE É ENVELHECER BEM?

Essa é uma pergunta ampla e até mesmo profunda para a maioria das pessoas. Para alguns, chegar na maturidade com os filhos encaminhados e felizes é o sinônimo de vida bem sucedida, para outros, o sucesso nos negócios é um fator imprescindível nessa idade e para uma outra parcela, “tendo saúde já está de bom tamanho''.

Mas afinal, o que de fato é envelhecer bem? Se você encontrou esse artigo procurando uma resposta certeira ou uma receita pronta de como alcançar isso, não vamos conseguir te ajudar em muita coisa. Na verdade, esse post quer propor uma reflexão sobre como esse conceito de sucesso pode afetar a nossa percepção e até mesmo nos afastar do que genuinamente queremos (e precisamos) para nós.

Uma coisa é certa, comparar nossa trajetória com a do outro é uma perda de tempo e até um desrespeito com a nossa história. Sempre vai haver alguém mais jovem, mais inteligente, mais bem sucedido… mas será que existe alguém como você?

A grama do vizinho sempre parece mais verde, né? E não tem como falar sobre envelhecimento saudável sem mencionar os padrões e o bombardeio constante de novos procedimentos para apagar marcas, traços e cicatrizes de um corpo que só fez viver.

 

COMO A PRESSÃO ESTÉTICA AFETA O ENVELHECIMENTO SAUDÁVEL?

Você já se perguntou por que nossas cicatrizes ou marcas da idade viraram motivo de vergonha? Por que os sinais da nossa história precisam se encaixar em um padrão que se quer existe? Em que momento concordamos que apagar o que vivemos em prol do “perfeito” era normal?

Para essas perguntas, nós temos as respostas: a indústria inventa os problemas para te vender as soluções. Então, de antemão eu te adianto: não tem problema nenhum se seus fios brancos tomarem conta dos seus cabelos e sua pele não precisa de ser de porcelana para ser bem cuidada e bonita.

Não me entenda mal, nessa fase mais do que nunca você pode e deve fazer o que for para sentir-se mais bonita e atraente, o que nós sempre destacamos aqui é que não existe nada mais bonito do que ser uma mulher real e mulheres reais têm inseguranças, desejos e muita vontade de viver, independente da idade.

 

ENTÃO COMO ENVELHECER BEM?

 

Priorize sua saúde

Seu corpo é sua casa, então cuide bem dela. Com o passar do tempo é cada vez mais frequente uma dorzinha aqui, um incômodo ali…E ao contrário do que muitos acreditam esses não devem ser sinais para que o corpo pare. A vida está sempre em movimento e você precisa se movimentar junto. Mesmo que no começo não seja fácil, eu prometo que vai valer a pena.

Por isso, mantenha as consultas com seu médico em dia, se alimente de maneira saudável, tenha uma rotina, faça exercícios, mas principalmente, busque atividades que te façam feliz. Isso é essencial para liberar os hormônios do bem-estar no corpo e manter em equilíbrio sua saúde mental.

Vale ressaltar que a busca por terapia nunca deve ser descartada, essa é uma ferramenta fundamental na descoberta do autoconhecimento e ter um amparo profissional faz toda a diferença.

 

"Aquilo que rejeitas, te aprisiona", "O que aceitas, te transforma"

Aceite os sinais da idade. Ela vem para todas nós e acredite, quanto mais você lutar contra isso, mais difícil vai ficar. Uma dica é cercar-se de pessoas parecidas com você, conhecer o diferente é enriquecedor, mas para aceitar melhor os sinais da idade você vai precisar se conectar com pessoas que tenham traços e dores parecidas com as suas.

Encare essa fase como uma etapa para reaprender o que e quem você admira.

Fica difícil reconhecer nossas qualidades e beleza quando o “belo” não tem nada de parecido com a gente, né?

 

Cuidado com o que as redes sociais te dizem

Nós duas sabemos bem como isso funciona. Arrisco dizer que 80% do que a rede social te mostra não passa nem perto da verdade. Novamente, ninguém tem a pele perfeita, nem o corpo perfeito e muito menos a vida perfeita. Não é justo se comparar com algo que nem é real.

Aproveite para exercitar a dica número 1: que tal fazer uma limpa nas redes sociais? Pare de seguir pessoas que fazem você se sentir mal e se conecte com mulheres da sua idade, com hobbies parecidos e até mesmo com traços semelhantes, sua autoestima agradece.

 

Eleve sua autoestima

Falando em autoestima, nada de usar esse post como aval para não cuidar da beleza, hein? Se foi isso que você entendeu, vamos ter que conversar de novo. Deu vontade de pintar o cabelo? Vai! Vai se sentir mais atraente se aplicar botox? Maravilha!

Todos os questionamentos são válidos, mas no fim o que importa é o seu bem-estar e a sua autoestima, então faça o que te der vontade!


Não deixe a sexualidade de lado

Outro tabu que envolve esse período é a sexualidade. Mas, por incrível que pareça, é nessa fase que cada vez mais pessoas têm se aberto ao prazer. Sexo é vida mas mais do que isso, sexo também é saúde.

Por isso, nós queremos estar presente em todas as suas fases, principalmente na etapa  mais prazerosa delas. Aqui na DYÔ, existem cosméticos para a intimidade que são perfeitos para quem busca mais prazer, novas sensações e claro, para quem sabe que certas coisas só melhoram com o tempo.

Para mulheres DYÔ que não param com o tempo!


A busca por estilos de vida mais saudáveis tem estado em alta nos últimos tempos - e que bom! Seria o fim da era de padrões inalcançáveis? Não sabemos. O fato é que se você chegou até aqui o conceito apresentado de “como envelhecer bem” fez, pelo menos, um pouquinho de sentido.

Se até agora você está procurando uma resposta, aqui está: Não existe um caminho certo para envelhecer bem, o fato é que muitas vezes antes de tentar “arrumar” o que está fora, precisamos olhar com mais carinho para o que está dentro.

“O que negas te subordina.

O que aceitas te transforma.”

                                                      —  Carl Gustav Jung


Ressoou em você? Então mande esse artigo para uma mulher DYÔ que também precisa saber disso!