27/07/2022

Saiba tudo e conheça os benefícios da liberação miofascial | DYÔ

SAIBA TUDO E CONHEÇA OS BENEFÍCIOS DA LIBERAÇÃO MIOFASCIAL

Você sofre com dores intensas após a prática de exercícios físicos? Precisa melhorar a mobilidade das suas articulações? Quer melhorar seu desempenho?

Então a liberação miofascial pode te ajudar! 

 

O QUE É LIBERAÇÃO MIOFASCIAL?

Antes de entender o que de fato é a liberação miofascial precisamos saber onde ela é trabalhada: a fáscia.

A fáscia nada mais é do que uma fina membrana presente no tecido conjuntivo. É ela que protege e reveste grupos musculares por todo o nosso corpo. 

Quando há uma carga grande sobre essa membrana, a tendência é que a fáscia sofra com desgastes que, consequentemente provocará dores. 

Geralmente, isso acontece com atletas pois eles possuem práticas intensas esportivas e em muitos casos, sem supervisão profissional, mas também pode acontecer devido a fatores como: má postura, sedentarismo e estresse.

Dito isso, a liberação miofascial é uma técnica que tem o objetivo de evitar lesões e aliviar dores e tensões musculares.

Geralmente aplicada por profissionais, o método consiste em aplicar pressão em alguns pontos do corpo, como o intuito de liberar a fáscia (tecido formado por fibras que recobre os músculos do corpo).

Por ser considerada uma técnica eficaz, atualmente ela já é incorporada a tratamentos fisioterapêuticos pois ajuda a relaxar a musculatura.

 

QUAIS OS BENEFÍCIOS DA LIBERAÇÃO MIOFASCIAL?

A liberação miofascial é capaz de amenizar dores e desconfortos que são ocasionados por algum dos fatores citados acima, em resumo, se usa uma técnica de alongamento aliada a uma pressão sobre o local machucado ou dolorido.

Seus benefícios se estendem a: 

Quem sofre com dores constantes após atividades físicas

A técnica de liberação miofascial consegue aliviar o foco da dor, pois age diretamente sobre o músculo lesionado. 

Dessa maneira, com os exercícios é possível recuperar coordenação, flexibilidade e força da região desgastada

Ajuda na retomada dos movimentos

O procedimento ainda possibilita que o movimento das articulações se recupere, o que é benéfico principalmente para idosos.

Além disso, a liberação miofascial faz com que a respiração e a circulação sanguínea também sejam favorecidos para melhorar o bem-estar do paciente.

Melhora no desempenho físico

A técnica ainda ajuda no alívio de dores crônicas, dores tensionais, dores no pós-treino e proporcionam mais relaxamento muscular, o que confere muito mais mobilidade nas articulações.

Por fim, essa liberação também é potente quando o assunto é melhorar a disposição, agilidade e rendimentos em séries de exercícios mais intensas (por isso ela é tão indicada para atletas.

 

EXISTE CONTRAINDICAÇÕES?

Por ser uma técnica dolorida, e que foca em pontos doloridos e lesionados a liberação miofascial não é indicada caso você tenha: 

Problemas circulatórios, hipersensibilidade à dor, lesões musculares diagnosticadas, use medicamentos anticoagulantes, tenha hematomas ou seja gestante no primeiro trimestre.

Apesar da sensação ser breve e os resultados valerem a dor, vale o lembrete de que é sempre necessário buscar um fisioterapeuta antes de fazer o exercícios e estar acompanhado de um profissional durante a aplicação da técnica.

 

COMO APLICAR A TÉCNICA?

Nada de tentar aplicá-la sozinha, hein? A liberação miofascial sempre deve ser executada por um profissional habilitado.

Isso porque ele irá pressionar o local tensionado com técnicas e direções de deslizamento que só ele sabe como fazer, sendo com apenas com o uso das mãos ou utilizando aparelhos específicos para a prática. 

Mas basicamente o profissional pode variar na hora de exercer a intensidade sobre o local e por isso, somente ele pode discernir com precisão qual o local deve ser aplicado a massagem e com qual frequência.

 

 

A liberação miofascial é uma técnica geralmente aplicada por fisioterapeutas ou profissionais habilitados que conta com pressão e massagens em locais lesionados e doloridos.

O método é muito benéfico e eficaz para pessoas que sentem dores após exercícios físicos intensos (como é o caso de atletas), pessoas que procuram retomar os movimentos das articulações e para quem busca melhorar sua performance durante o treino.

Mas atenção! Existem algumas contra indicações, caso você possua problemas circulatório, hipersensibilidade à dor, lesões diagnosticadas na musculatura ou esteja gestante, a indicação é consultar o médico antes de aplicar a técnica.

Ressaltamos, que a liberação miofascial deve ser aplicada por um profissional habilitado pois a aplicação realizada por um leigo pode acarretar problemas e lesões mais sérias.

Quer ver mais artigos como esse? É só ficar de olho no blog da DYÔ!